terça-feira, 15 de março de 2016

O que o amor esconde, suspense de Dorothy Koomson - Editora Fundamento

A obra O que o amor esconde, da escritora Dorothy Koomson, publicado pela Editora Fundamento (para comprar a obra, clique AQUI), é um daqueles suspenses, com toque de drama, que nos fazem desconfiar de todos que estão em torno da protagonista. O livro inicia, no prólogo, com uma carta escrita por uma mulher que assina como Eve. Nesta carta, Eve deixa claro que, se alguém a estiver lendo, isso significa que ela está morta, e que pode ter sido assassinada, e ainda pergunta à leitora da carta se esta é ela, se é aquela com quem ele está agora. Claro que isso parece meio confuso, mas retrata bem o estado de confusão em que deve se encontrar uma pessoa que teme por sua própria vida, que teme ser assassinada. E, obviamente, logo ficamos querendo saber quem é "ele" e por que Eve se sente ameaçada de morte.

Então, viramos a página  e chegamos ao primeiro capítulo, no qual está sendo narrado um acidente de carro envolvendo uma mulher chamada Libby. Junto com a narrativa desse acidente, vamos tendo alguns flashbacks reveladores sobre quem é essa mulher e seu marido, Jack, que dirigia o carro na hora do acidente. Jack não se machuca muito, mas Libby fere-se gravemente. Sofre fraturas, cicatrizes, uma no rosto e outra no couro cabeludo, precisa fazer cirurgia plástica, raspa os cabelos e desenvolve um trauma de carros e uma espécie de síndrome do pânico que a faz ficar cada vez mais trancada em casa. 

Mas... o que descobrimos nesses flashbacks? Libby Rabvena conhece Jack Britcham em uma concessionária, quando aproveita um dia de folga para comprar um carro. Ele fica encantado por ela, mas ela o rejeita por achá-lo um egoísta como os homens que ela havia conhecido até então. Mas Jack não desiste até conseguir se aproximar de Libby e conquistá-la, e os dois acabam casando-se. Jack traz para o atual relacionamento, um trauma do casamento anterior, pois ele perdera sua primeira esposa em um trágico acidente. Eve caíra da escada sem conseguir sobreviver à queda. 

Ao retornar do hospital para casa, Libby recebe a visita de uma policial que investiga se o acidente do qual ela fora vítima foi, de fato, um acidente. Então, Libby descobre que Jacky chegou a ser acusado da morte de Eve, passando um tempo preso. Sendo liberado posteriormente por falta de provas. A policial, no entanto, deixa claro que desconfia de Jack, e que ele teria motivos para matar Eve, já que descobrira algo terrível sobre o seu passado. Libby tem uma vaga sensação de que algo aconteceu entre o momento do acidente e a chegada do socorro, algo de que ela não se recorda, mas Jack nega. No entanto, o seu sentimento de culpa transparece. Com o casamento em crise, Libby começa a vasculhar o porão, até que encontra os diários de Eve. Então, vêm à tona todos os segredos que envolvem o passado da primeira esposa de Jack. Libby, no entanto, confia no seu marido, além de amá-lo profundamente. Mas ela não desistirá de encontrar, através dos diários, toda a verdade sobre o passado e a morte de Eve. E é então que ela fará descobertas aterradoras, que a farão temer por sua própria vida. 

O que o amor esconde, de Dorothy Koomson, é uma obra que fala sobre dramas humanos, como a solidão de uma menina negligenciada pela mãe, que se vê sozinha no mundo, precisando sobreviver a qualquer custo; sobre lealdade, sinceridade e honestidade, mesmo quando manter esses valores signifique algum tipo de prejuízo. É uma obra que trata de confiança, de amor e de fibra. Se você espera uma narrativa com grandes reviravoltas no final, esqueça. Simplesmente prepare-se para um lindo desfecho, em que os personagens aprendem a lidar com os próprios sentimentos, aprendem a compreender as atitudes dos outros e, sobretudo, aprendem a amar sem reservas. Recomendo a leitura para todos que apreciem uma linda história de amor e suspense na qual podemos acompanhar de perto o amadurecimento dos personagens.



Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino