terça-feira, 30 de agosto de 2016

Dez clássicos modernos imperdíveis


Dez clássicos modernos imperdíveis

Os clássicos sempre fizeram parte da minha vida de leitora. Não só pela minha formação, que exigia isso, mas sobretudo, pelo profundo prazer que essas leituras me causam. Não costumo desprezar nenhum tipo de leitura, creio que cada um escolhe os seus livros de acordo com suas necessidades, anseios, gostos pessoais e, muito importante, o seu momento de vida. Uma péssima leitura, em um dado momento, pode ser ótima em outra fase da vida e vice-versa. Mas até mesmo aqueles que torcem o nariz para os clássicos hão de reconhecer que uma obra que sobrevive ao tempo tem lá o seu valor.

Há algum tempo venho pensando em organizar postagens que deem conta de apresentar aos leitores do blog os meus clássicos preferidos. Resolvi começar pelas obras mais atuais por serem mais acessíveis à maioria dos leitores, mas pretendo, mais adiante, apresentar uma lista dos livros mais antigos que moram no meu coração, que por já terem caído em domínio público, podem ser baixados de forma gratuita sem ferir nenhuma lei de direitos autorais, embora também possam ser adquiridos por aqueles que preferem a versão física da obra. No caso dos livros listados abaixo, como ainda não são obras de domínio público, deixo links para compra. O que fiz neste post, na verdade, foi escolher um livro de cada um de meus autores clássicos modernos preferidos. São livros ótimos, mas recomendo a leitura de outras obras dos mesmos escritores. 

Dez clássicos modernos imperdíveis 1 - Cem anos de solidão, de Gabriel García Marquez 
Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 2 - Memorial do convento, de José Saramago 
Dez clássicos modernos imperdíveis 3 - Por quem os sinos dobram, de Ernest Hemingway
Dez clássicos modernos imperdíveis 4 - Ulisses, de James Joyce
Dez clássicos modernos imperdíveis 5 - Vidas secas, de Graciliano Ramos


Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 6 - Pedro Páramo, de Juan Rulfo


Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 7 - O jogo da amarelinha, Julio Cortázar


Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 8 - Voltar para casa, Toni Morrison


Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 9 - O nome da Rosa, de Umberto Eco


Dez clássicos modernos imperdíveis

Dez clássicos modernos imperdíveis 10 - A hora da estrela, de Clarice Lispector


Dez clássicos modernos imperdíveis


Espero que tenham gostado das dicas. Fiquem à vontade para complementá-las, deixando sugestões de leitura nos comentários.


Dez clássicos modernos imperdíveis