quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade - Editora Belas Letras

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade
Desde que soube do lançamento de Os olhos do condenado, de Fernando Bins, pelo selo Quatrilho Editorial, da Editora Belas Letras, fiquei interessada pela obra. À primeira leitura da sinopse já me solidarizei com o personagem Felipe Teixeira, cujos planos de ser poeta e amar a jovem Daiane Camargo, foram abortados por uma condenação injusta, por um crime que outra pessoa cometera. Felipe, um jovem sonhador, estudante de Letras, pagou pelo assassinato frio de uma criança, simplesmente por estar no lugar errado e na hora errada. Tudo o que ele queria era levar um presente à sua amada, um broche com a inscrição Wish You Were Here, título de uma música de Pink Floyd, a preferida de Daiane (minha preferida também). Mas algo acontece no caminho, algo que muda completamente a vida de Felipe, tornando-o uma outra pessoa, deixando marcas para sempre. Um encontro entre dois homens com semelhanças físicas, mas olhares completamente diferentes.

A obra nos apresenta uma profunda reflexão sobre a natureza humana. Até que ponto a bondade é algo inerente ao homem? Até que ponto as vicissitudes do meio podem interferir no comportamento expresso de uma pessoa? Felipe é condenado, por pressão popular,  em um julgamento fora dos padrões, absolutamente injusto. No presídio, torna-se Valjean, entra em contato com o que existe de mais sombrio, de mais abjeto na humanidade. Felipe, agora Valjean, sofre atrocidades inimagináveis por quem vive a paz de sua liberdade e, em decorrência disso, acaba por cometer crimes os quais jamais cometeria em sua vida livre, de Felipe Teixeira. O final de Os olhos do condenado reserva, de certa forma, uma espécie de regeneração para Felipe, que ainda assim, jamais será o mesmo. Em sua ação final, o jovem poeta dá um soco na hipocrisia humana, é, se dúvida alguma, um final que rende muitas reflexões.

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedadeFernando Bins, formado em psicologia recentemente (o que certamente contribuiu para essa profunda reflexão), conseguiu trazer à tona, em sua obra, uma verdade sobre a humanidade e sobre a sociedade em que vivemos, que inicialmente choca por sua crueza, mas que bota o dedo na ferida, mostrando o avesso de tudo aquilo que pensamos sobre nós mesmos, sobre nossos preconceitos e sobre a responsabilidade que temos por coisas sobre as quais não costumamos pensar, apenas aceitamos e, dessa forma, acabamos por nos tornar, também, culpados.


Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade

Para comprar: Saraiva | Cultura