segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Traição do Destino, de MaryLu Tyndal: uma reflexão sobre a liberdade - Editora Fundamento

Uma das coisas que mais me agradam em uma obra literária, é a sua capacidade de nos fazer refletir sobre temas universais. Traição do Destino, de MaryLu Tyndal, da Editora Fundamento, é um desses casos. Trata-se de um belíssimo romance de época cujo tema principal é a liberdade. Creio que não há como questionar o valor da liberdade, já que, em vários momentos da história da humanidade, houve pessoas que deram a própria vida, nosso bem maior, lutando por ela, lutando pela liberdade.

O ano é 1812. A história inicia em Barbados, no Caribe, com uma escrava branca, chamada Althea Claymore, fugindo de seu senhor, o cruel fazendeiro Walter Miles. A jovem consegue uma vaga em um navio com destino a Charleston. Tudo o que possui, além de uma quantia irrisória em dinheiro, é um colar de pérolas negras, herança de sua mãe. Chegando a Charleston, Althea, que agora se chama Adália Winston, é acolhida pelo padre, que consegue para a jovem um trabalho como assistente do médico da cidade, o doutor Willaby, já que a moça tem conhecimentos sobre ervas que curam.

Adália jamais esteve tão feliz, com um lar e um trabalho digno. Porém, a jovem não imaginava que, em um atendimento a um escravo doente, conheceria o amor de sua vida, e que, por ironia do destino, ele seria filho de um rico fazendeiro, proprietário de muitos escravos. Após resistir muito ao sentimento que considera inadequado, devido à sua condição, Adália assume-se apaixonada por Morgan Rutledge.  Adália passa a frequentar bailes, concertos e outros eventos com a elite de Charleston, mas nunca chega a ser completamente aceita pelos amigos de Morgan, sobretudo por Emerald, que pretende casar-se com o jovem. 

Emerald descobre o segredo de Adália e a denuncia. Descoberta, a escrava branca é entregue a seu dono, e repudiada pela sociedade de Charleston. E então, surge a dúvida: será que Norman vai aceitar a condição de sua amada e lutar por ela, ou vai continuar sendo, também, um escravo, porém, não de um fazendeiro, mas escravo de uma posição social que o limita e que o impede de ser feliz e realizar os sonhos de sua vida: casar-se com a mulher amada e tornar-se um marinheiro.

Traição do Destinotraz uma reflexão sobre a liberdade, sim, mas não somente sobre a liberdade de uma escrava, em um determinado momento histórico. A obra vai além disso, e nos faz pensar sobre a escravidão nossa de cada dia, sobre uma sociedade escrava das convenções sociais, das opiniões alheias e de tudo aquilo que nos obrigam a ser, que nos impingem desde a mais tenra infância, nos forçando a creditar que é natural que sejamos o que a sociedade determina, mesmo que para isso tenhamos que abrir mão do que somos em essência. É uma bela obra, com um final mais belo ainda. Recomendo aos sensíveis, aos românticos e, sobretudo, recomendo aos inconformados.

Para comprar o livro, clique AQUI.


sábado, 27 de fevereiro de 2016

Parceria com a editora Companhia das Letras \O/

Hoje temos um grande motivo para nos alegrarmos! Afinal, o blog Leituras Compartilhadas acaba de firmar parceria com a editora Companhia da Letras. Agradecemos imensamente a confiança em nós depositada pela editora. Certamente, essa será um ótima parceria, pois, para nós, é um prazer ler e resenhar livros de tão alta qualidade, de uma editora que faz parte da nossa história de leitores. E aos nossos queridos amigos e leitores do blog, o que temos a dizer é que, em breve, teremos novas resenhas desses livros, tão maravilhosos. Aproveito para deixar abaixo, links para textos sobre livros da editora que foram postados no blog.






quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Hibisco Roxo, de Chimamanda Ngozi Adichie - Editora Companhia das Letras


Uma das coisas de que mais gosto em um livro é poder aprender mais sobre culturas e costumes diferentes, ao mesmo tempo em que reflito sobre questões humanas, universais e de maior profundidade. Hibisco Roxo, da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, publicado pela Editora Companhia das Letras, é, sem a menor sombra de dúvida, um dos melhores livros que já li nesse sentido. Ao acompanharmos a jovem narradora-protagonista, entramos em contato com alguns costumes da Nigéria, bem como, com alguns pequenos elementos históricos. Mas não somente isso, participamos de perto dos grandes dilemas de uma menina de 15 anos que vive oprimida por um pai intolerante e extremamente rígido, que a convence de que tudo é pecado.

Kambili, sua mãe Beatrice e seu irmão Jaja vivem uma vida de luxo e riqueza pouco comum na Nigéria. Eugene, o pai da menina, é dono de um jornal conceituado, que faz oposição ferrenha ao governo, e de uma grande fábrica de bebidas diversas, entre outras coisas. Poderíamos pensar que a vida da garota é um paraíso na Terra, vivendo em meio a tanta riqueza, porém, seu pai, que vai às últimas consequências para defender a liberdade em seu jornal, a ponto de ser indicado a um prêmio da Anistia Internacional, é um pai e marido tirano. Católico fanático, Eugene impinge à sua família uma série de restrições e uma vida cheia de normas rígidas e castigos cruéis, caso essas normas sejam desrespeitadas. Castigos físicos, que chegam aos limites da tortura, inclusive. Rejeita o próprio pai, chamando-o de pagão por ele preferir a religião de seus ancestrais ao catolicismo, e não deixa Kambili e Jaja conviverem com o avô.

As coisas, no entanto, começam a mudar para Kambili e seu irmão quando a tia dos garotos, Ifeoma, convence Eugene a deixar os dois passarem alguns dias em sua casa para conviverem com os primos e participarem de um evento religioso. Assim que chega à casa da tia, Kambili começa a ser hostilizada pela prima, Amaka. Inicialmente a garota "engole" os insultos, até que aprende a responder e, a partir desse momento, as primas iniciam uma amizade que vai, aos poucos, tornando-se mais sólida. 

Mas não é só isso que Kambili aprende nesta estadia na casa de tia Ifeoma. Ela entra em contato com a Nigéria real, aquela a qual ela e o irmão não tinha acesso em sua vida de luxo. A tia não é rica como o seu pai, é uma professora universitária, que cria os seus três filhos com dificuldade, a carne é racionada, só há descarga no banheiro em um curto período do dia, as acomodações para dormir não são tão confortáveis e falta luz frequentemente. Além disso, Kambili conhece o padre Amadi, que lhe ensina que rir, questionar e indignar-se não são atitudes pecaminosas. A menina amadurece e vai, nesse curto espaço de tempo, mudando a sua visão de mundo. Na casa de Ifeoma, Kambili e Jaja conhecem, apesar da pobreza, o que é uma família feliz.

É muito bonito quando percebemos que Kambili começa a mudar, quando ela ri pela primeira vez, quando começa a cantar e a interagir mais com os primos. É uma obra belíssima, que trata da habilidade que o ser humano tem de se reinventar e de sobreviver aos reveses da vida. Que mostra até onde vai a capacidade que alguém pode ter de se sacrificar por um ente querido, e como nunca desistimos daqueles a quem amamos. O livro traz um autêntico retrato da Nigéria, enquanto traça um mapa da alma humana. Recomendo Hibisco Roxo a todos que apreciam uma leitura profunda e reflexiva.




Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Mitologia - Guia Ilustrado Editora Zahar, de Neil Philip e Philip Wilkinson

Mitologia - Guia Ilustrado Editora Zahar, de Neil Philip e Philip Wilkinson
Sabe aqueles livros que estão há algum tempo parados na estante, até que um dia resolvemos lê-los e eles se revelam uma grata surpresa? É sobre um desses que falarei. O livro Mitologia, de Philip Wilkinson e Neil Philip, compõe a coleção Guia Ilustrado Zahar. É um compêndio que vai muito além de um simples guia. Trata-se de uma obra completa sobre diversos mitos, em culturas e épocas diferentes. A qualidade da obra é excelente, o livro é todo ilustrado com fotos coloridas, e o projeto gráfico é magnífico. Simplesmente apaixonante!

O conteúdo do livro é organizado de forma muito inteligente. Na introdução, o livro traz uma explicação sobre o que é mito e suas origens. Na sequência há uma contextualização da mitologia e um pouco sobre os mitos de origem, que explicariam o surgimento do universo, os primeiros seres, como surgiram os heróis, etc. O que eu achei mais incrível nessa organização da obra é que, após falar um pouco sobre a mitologia do mundo clássico, há um capítulo para cada continente do planeta. Dessa forma, conhecemos um pouco mais sobre a mitologia da Europa, da Ásia, das Américas, da África e da Oceania. 

E para finalizar, há um "quem é quem" na mitologia, em que os deuses são divididos em grupos conforme os seus atributos. Essa divisão facilita, para aqueles que querem estudar e aprender mais sobre mitologia, e para os que precisam de uma consulta rápida sobre um assunto específico. Gostei demais da leitura, e recomendo Mitologia - Guia ilustrado Zahar aos apaixonados por mitologia ou simplesmente curiosos sobre o assunto.

Mitologia - Guia Ilustrado Editora Zahar, de Neil Philip e Philip Wilkinson

Mitologia - Guia Ilustrado Editora Zahar, de Neil Philip e Philip Wilkinson

Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Livros recebidos pela parceria com a Editora Fundamento #1


Amigos e leitores, eles chegaram! Recebi hoje os livros Traição do destino e O que o amor esconde, cortesia da nossa parceira,  Editora Fundamento. Nem preciso dizer que não vejo a hora de começar a leitura das obras, não é? Em breve postarei as resenhas de ambos os livros. Por ora, deixo as sinopses na ordem em que pretendo ler. Caso alguém se interesse por uma das obras, ou pelas duas, é possível adquiri-las na loja da editora clicando aqui


Sinopse de Traição do destino:  Charleston, 1812. Na fervilhante cidade movida por ricos fazendeiros, comerciantes e escravos, a recém-chegada Adália Winston tenta manter seu segredo: por trás da pele branca e dos bons modos, esconde-se uma escrava fugitiva. Nem mesmo sua fé inabalável ou o doce sabor da liberdade conseguem aplacar o medo de que, de repente, seu antigo dono a encontre e a arraste de volta para um mundo de sofrimento.
Por isso, quando o jovem Morgan Rutledge, filho de uma das famílias mais influentes de Charleston, se encanta por Adália, ela resolve ignorá-lo. Mas o desejo de ser amada e protegida é mais forte e ela acaba se apaixonando pelo rapaz. Só que é ela quem acaba sendo levada para um mundo ao qual não pertence: a alta sociedade, onde o esplendor e a ambição traçam suas teias de intrigas, ciúmes e vingança, colocando em risco o destino do jovem casal.
E agora: o amor entre Adália e Morgan será a salvação ou a ruína de ambos? Se seu terrível segredo de ex-escrava for revelado, Morgan abrirá mão de seu status e fortuna por um amor proibido e cheio de privações? Quando o passado bate à porta, o futuro pode não chegar..


Sinopse de O que o amor esconde 
Nem sempre os fantasmas do passado permanecem onde deveriam...
Libby Rabvena tem uma vida confortável ao lado de Jack, seu amável marido. Mas ele parece ainda não ter superado a perda de Eve, sua primeira mulher, que morreu de forma trágica e misteriosa na mesma casa em que eles vivem agora.
Depois de sofrerem um horrível acidente de carro, do qual Jack sai praticamente ileso e Libby se fere gravemente, ela encontra os diários de Eve escondidos em sua casa. Disposta a procurar pistas sobre Jack e conhecer melhor a mulher que ele amava, Libby decide lê-los e descobre que alguns segredos são difíceis de suportar... e que a morte de Eve pode não ter sido acidental.
Com os terríveis segredos do passado prestes a vir à tona, Libby começa a temer por sua vida. Principalmente quando o suspeito do crime pode estar sentado no sofá da sala, bem ao seu lado... 


quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Parceria com a Revista Conexão Literatura


É com imensa alegria que anunciamos a nossa parceria com a Revista Conexão Literatura, um canal digital com informações literárias relevantes para leitores, autores,  editores, blogueiros literários e demais profissionais da área da literatura. 


Baixe aqui as edições
A revista, que já está em sua oitava edição, já conquistou um lugar de destaque entre os seus leitores, com milhares de seguidores no Facebook e no Twitter. As edições podem ser lidas gratuitamente através de download, clicando na imagem ao lado, onde você encontrará todos os números disponíveis. Basta um clique para conferir! 


EDIÇÃO Nº 08 DA REVISTA CONEXÃO LITERATURA (FEVEREIRO/2016)

Acabou de ser disponibilizada a nova edição de Conexão Literatura, nº 08, com artigo e entrevista especial com Eduardo Spohr, autor do best-seller "A Batalha do Apocalipse". Os leitores também poderão conferir uma crônica super bacana da Misa Ferreira de Rezende, entrevistas com João Paulo Balbino, Maya Blannco, Gustavo Magnani, Anderson Borges Costa, Fernando Lima e Kell Teixeira, além de ótimos contos elaborados pelos autores Ademir Pascale, Palmira Heine, Neyd Montingellii, Dione Souto Rosa e Ricardo de Lohem.

Para baixar a edição gratuitamente, clique aqui.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

[Divulgação] Lançamento do livro Conquistando o Garoto, de Vanessa Sueroz

Quem aí já conhece o livro Conquistando o garoto? Trata-se da nova obra da autora parceira Vanessa Sueroz.

O livro acabou de ser lançado depois de uma pré venda quentíssima (Parabéns, Vanessa!).

É o primeiro livro da série Pedras Lunares e já conta com um Spin-off. Ele estará em promoção neste mês de fevereiro por causa do lançamento, então corra e garanta o seu hoje mesmo!

Quem tiver interesse em adquirir a obra, poderá encontrá-la na lojinha da autora, clicando aqui.


Contra-capa: 2050. Sem água. Sem democracia. A esperança surge das Pedras Lunares. Letícia estuda em um colégio interno, mas não esta preocupada com a guerra lá fora e sim com sua aula de história onde terá que apresentar uma peça de teatro. Criar uma peça de teatro é moleza, o problema é aguentar seus amigos querendo ser os cupidos, e olha que eles nem sabem o que é isso. E agora? Como sobreviver a essa peça e ao garoto? Venha conhecer esta comédia romântica, com uma pitada de magia e um leve tom de distopia. O primeiro volume da série Pedras Lunares.


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Parceria com o Grupo Editorial Pensamento \O/


Estamos em tempo de comemorações! É com enorme alegria que informamos aos nossos queridos leitores que o blog Leituras Compartilhadas firmou parceria com o Grupo Editorial Pensamento

Agradecemos imensamente a confiança que o grupo depositou em nós ao nos selecionar, e tudo faremos para que essa parceria seja muito proveitosa para o grupo, para o blog e para os nossos leitores, que serão frequentemente informados sobre as publicações e novidades do grupo.

Em breve, traremos notícias sobre os lançamentos das editoras que compõem o grupo, editoras que, aliás, já são conhecidas do público pela alta qualidade de suas publicações. Certamente, traremos, também, resenhas de suas belíssimas obras.


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Cordilheira, romance de Daniel Galera, da série Amores Expressos - Editora Companhia das Letras

O livro Cordilheira, de Daniel Galera, é o primeiro da série Amores Expressos, da Editora Companhia das Letras, que narra histórias de amor vividas em diferentes lugares do mundo. O romance recebeu o Prêmio Fundação Biblioteca Nacional de 2008. Neste livro, Galera apresenta-nos a história de Anita, uma escritora brasileira que, vivendo uma crise com o companheiro, pelo fato de ela desejar um filho e ele não, decide separar-se dele. Como havia sido convidada por sua editora em Buenos Aires para o lançamento da tradução de sua obra na Argentina, Anita resolve ficar na capital portenha por mais algumas semanas, e acaba ficando por meses.

É claro que Anita tem uma razão para isso. Ela pretende engravidar de um argentino desavisado e voltar para o Brasil a fim de criar o seu filho sozinha, no melhor estilo produção independente. É então que a jovem escritora conhece José Holden, um fã que é também escritor, e seus amigos excêntricos, com hábitos para lá de estranhos. Holden, que não aceita mostrar a Anita o seu único livro publicado, compartilha com seus amigos uma espécie de seita ou grupo secreto que defende que o verdadeiro escritor deve incorporar o personagem de sua obra, e passar a viver como ele. Em pouco tempo, o dinheiro de Anita acaba e ela vai morar com Holden. Começa a receber livros, de um remetente anônimo, e percebe que cada amigo estranho de Holden é personagem de um dos livros, e que o próprio Holden é um personagem, pois seu nome verdadeiro é Diego Parisi. Quando, finalmente,  consegue ler o livro de Holden, Anita descobre que é peça importante para o desfecho do livro, ou da vida, de Holden.

Aos poucos os planos de Holden vão ficando muito claros e, custou-me crer que Anita não desistisse de tudo e voltasse ao Brasil. Mas ela, obstinada, ficou até o desfecho final. Em  Cordilheira, Daniel Galera faz-nos refletir sobre as relações humanas e suas fragilidades; sobre a solidão em que cada um de nós vive, ainda que rodeados de pessoas; sobre o abismo que nos separa, uns dos outros; e, sobretudo, sobre a linha tênue que separa realidade e fantasia. Uma obra cheia de humanidade e, por isso mesmo, cheia de desencontros e recomeços. Com uma escrita impecável e diálogos no tom exato, Daniel nos proporciona uma viagem, à Argentina e ao âmago da natureza humana. 

Abaixo, deixo um vídeo em que o próprio autor fala um pouco sobre a obra.







Para comprar: Saraiva | Cultura | Submarino

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

[Divulgação] Pré-venda do livro juvenil Conquistando o Garoto, de Vanessa Sueroz


Quem tem acompanhado o blog, sabe de nossa nova parceria com a autora Vanessa Sueroz. Pois muito bem, hoje viemos trazer uma ótima novidade para quem gosta de chick-lit, comédias românticas e distopias. Já pensou tudo isso em um único livro? Vanessa Sueroz torna isso possível em sua nova obra, Conquistando o Garoto, primeiro volume da série Pedras Lunares

O livro está em pré-venda, e quem aproveitar para adquiri-lo agora, leva também o Spin-off de presente. Por enquanto, o livro está disponível apenas na versão digital, mas a autora garante que, em breve, teremos a versão impressa também. 

Quem tiver interesse em adquirir o livro, poderá fazê-lo na loja virtual de Vanessa Sueroz, aqui. Visite o perfil da autora no Skoob para mais detalhes sobre a obra, aqui. A pré-venda irá até o dia 15/02

Ah, a autora está com sorteio de um exemplar do ebook no blog dela, aqui.
 
Contra capa: 2050. Sem água. Sem democracia. A esperança surge das Pedras Lunares. Letícia estuda em um colégio interno, mas não está preocupada com a guerra lá fora, e sim com sua aula de história, onde terá que apresentar uma peça de teatro. Criar uma peça de teatro é moleza, o problema é aguentar seus amigos querendo ser os cupidos, e olha que eles nem sabem o que é isso. E agora? Como sobreviver a essa peça e ao garoto? Venha conhecer esta comédia romântica, com uma pitada de magia e um leve tom de distopia. O primeiro volume da série Pedras Lunares.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade - Editora Belas Letras

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade
Desde que soube do lançamento de Os olhos do condenado, de Fernando Bins, pelo selo Quatrilho Editorial, da Editora Belas Letras, fiquei interessada pela obra. À primeira leitura da sinopse já me solidarizei com o personagem Felipe Teixeira, cujos planos de ser poeta e amar a jovem Daiane Camargo, foram abortados por uma condenação injusta, por um crime que outra pessoa cometera. Felipe, um jovem sonhador, estudante de Letras, pagou pelo assassinato frio de uma criança, simplesmente por estar no lugar errado e na hora errada. Tudo o que ele queria era levar um presente à sua amada, um broche com a inscrição Wish You Were Here, título de uma música de Pink Floyd, a preferida de Daiane (minha preferida também). Mas algo acontece no caminho, algo que muda completamente a vida de Felipe, tornando-o uma outra pessoa, deixando marcas para sempre. Um encontro entre dois homens com semelhanças físicas, mas olhares completamente diferentes.

A obra nos apresenta uma profunda reflexão sobre a natureza humana. Até que ponto a bondade é algo inerente ao homem? Até que ponto as vicissitudes do meio podem interferir no comportamento expresso de uma pessoa? Felipe é condenado, por pressão popular,  em um julgamento fora dos padrões, absolutamente injusto. No presídio, torna-se Valjean, entra em contato com o que existe de mais sombrio, de mais abjeto na humanidade. Felipe, agora Valjean, sofre atrocidades inimagináveis por quem vive a paz de sua liberdade e, em decorrência disso, acaba por cometer crimes os quais jamais cometeria em sua vida livre, de Felipe Teixeira. O final de Os olhos do condenado reserva, de certa forma, uma espécie de regeneração para Felipe, que ainda assim, jamais será o mesmo. Em sua ação final, o jovem poeta dá um soco na hipocrisia humana, é, se dúvida alguma, um final que rende muitas reflexões.

Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedadeFernando Bins, formado em psicologia recentemente (o que certamente contribuiu para essa profunda reflexão), conseguiu trazer à tona, em sua obra, uma verdade sobre a humanidade e sobre a sociedade em que vivemos, que inicialmente choca por sua crueza, mas que bota o dedo na ferida, mostrando o avesso de tudo aquilo que pensamos sobre nós mesmos, sobre nossos preconceitos e sobre a responsabilidade que temos por coisas sobre as quais não costumamos pensar, apenas aceitamos e, dessa forma, acabamos por nos tornar, também, culpados.


Os olhos do condenado, de Fernando Bins: o avesso da sociedade

Para comprar: Saraiva | Cultura 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Parceria com a autora Vanessa Sueroz




É com imensa alegria que compartilho com os leitores do blog a nossa nova parceria, a autora Vanessa Sueroz. Em breve, certamente, teremos resenhas de suas obras por aqui. 
Vanessa nasceu em São Paulo, fez faculdade de Ciências da Computação e trabalha como Analista de Sistemas na mesma cidade. Começou a escrever com 8 anos de idade e em 2006 começou a publicar fanfics para conseguir um público leitor para, finalmente, publicar o seu primeiro livro em 2011. Hoje escreve para leves e divertidos para o público jovem. Entre suas obras estão: 
  • Confusões em Paris
  • Minha última chance
  • Odiado admirador secreto
  • Presente de aniversário
  • Eu te amo mais e outros contos
  • Conquistando o garoto

Aproveitando, o ebook Odiado Admirador Secreto (link aqui), da autora Vanessa Sueroz, estará em promoção na Amazon por 1,99 somente até 08/02. Corram e aproveitem!!!!